Archive for julho \30\UTC 2007

peleja

julho 30, 2007

Ah mo pai! Desabafo: é uma peleja tratar com consulado! E a guerra ainda nem começou!

Foi uma peleja do cão pra conseguir o visto pra Itália. Até chegar a carta, traduzir tudo, dar entrada nos papéis, lutar, eu digo LUTAR, contra o vice-consulado italiano em Vitória… E esperar eternos meses, eu digo MESES, pra receber meu passaporte com o visto!

Agora, com a Espanha, não tem sido diferente. Não encontro informação segura em lugar algum! Tem sido uma peleja do cão pra Universidad Politécnica de Madrid me enviar a carta de aceitação. E a carta acabou de chegar, com meu nome errado… Ai meu ovo!

Faltou o “Santos”… Tudo bem… Mas vai explicar pra alguém que “Daniel Guimarães” e “Daniel Guimarães Santos” são a mesma pessoa…

argh que ódio! 😛 ehehehhehehh

Anúncios

lost in translation

julho 28, 2007

Isto seria uma resposta ao post Lost in Translation da Natália Dalle, mas como ficou muito grande, decidi compartilhar com todos. Resumo um pouco a confusão com línguas e o ato de se sentir perdido ao meio disso tudo.

Então, agora já viu onde moro e sabe porque adorei esse filme, como disse Kee acima, o sentimento de deslocamento.

Vim morar numa região estranha da Itália, mas muito especial. Metade Italiana, metade germânica, e 100% Sul-tirolesa, com pitadas da cultura ladina (vc vai achar no meu blog)… Tenso..

Quando cheguei, não sabia italiano, e havia estudado alemão por 4 anos. Me colocaram num alojamento onde só se falava alemão. Mas eu não entendia nada: era um dialeto dos brabos, nem os alemães entendiam.. :S

Mas tudo bem, o tempo passou e eu aprendi italiano. 😉 Em setembro me mudo pra Madrid! Não entendo muito bem o inglês dos espanhóis, e não sei espanhol! Lost in Translation again! 😛

saudades e telefone

julho 27, 2007

Acabei de comprar créditos no skype e ligar pro Brasil. Não falo muito, dou algumas notícias, falo do calor, do tempo hoje, do tempo que falta. Mando beijos, peço notícias.

Mas o que gostaria mesmo de ouvir é o que não se diz ao telefone: os suspiros e as palavras balbuciadas depois que desligo a ligação. Espero que suspirem como eu o faço depois de desligar. Suspiro de saudade, de vontade de abraçar, de estar ao lado por uns instantes.

picnic again

julho 26, 2007

Ai ai… Se meus pais soubessem que minha vida aqui em Bolzano seria tão pacata… Acho que eles teriam me mandado pra cá bem antes, aos 13 anos! Teriam enviado meus irmãos também: pra viver num Colégio Salesiano e ter uma adolescência bem tranqüila, como todos os pais querem.

Programação da noite: picnic no Talvera, parque junto ao rio, em Bolzano. Chá gelado, suco, sanduíches, pipoca… Light não? Na foto abaixo, fazendo gracinha com as muçulmanas: Rasha e Frozen. Hehhehe To seguindo os caminhos do meu pai! 😛

Picnic at Talvera’s park.

Rasha, eu e Frozen. Fazendo graça. 

Estava tão quente, mas dava pra suportar. Nem precisávamos do banho surpresa do sistema de irrigação do parque. Coisa fina… Seria muito mais “primeiro mundo” se o sistema avisasse antes de acabar com um picnic noturno! Nessa correria pra salvar a comida, perdi meu telefone ao fugir da primeira ducha… =/ Mas achei-o bem ensopadinho uns 40 minutos depois. =]

Picnic at Talvera’s park: moon.

Banho surpresa no parque, à luz da lua. 

Inté mais ver!

Daniel.

ps.: preciso contar mais coisas da vida acadêmica aqui, né? Parece que eu só faço “farra”!

roça

julho 26, 2007

Falando em temporais, me deu saudade da casa da fazenda. Deitar na rede da varanda e ver temporais chegarem e partirem.

Fazenda da Glória, Muniz Freire

Acho que em dezembro vou passar uns dias lá, mas não serão suficientes… Se um dia tiver internet velocíssima por lá, quem sabe não me mudo! 😉

inté pessoal!

temporal

julho 24, 2007

Falei do temporal há pouco tempo. =] Eis que agora chove granizo! Acho que vi chuva de granizo apenas umas vezes em minha vida! Felicidade pra mim, tristeza pros donos dos automóveis.

😛

sonhos

julho 24, 2007

Tenho vasculhado os posts não publicados por mim. Digo, os pequenos trechos que salvo aqui no wordpress e não publico. Achei esse trecho (abaixo) intitulado “sonhos”. É bem antigo, mas acho que ainda se aplica.

Agora estou na biblioteca, e um lindo temporal se aproxima! Adoro temporais estivos!

Beijão pra todos.

“…sonhos cada vez mais loucos… sonhos que me atiçam a pensar em coisas que nunca reparei antes. em atitutes minhas, em situacoes que passam despercebidas por mim. meus sonhos me fazem acordar. meus sonhos me fazem abrir os olhos…”

De blog em blog..

julho 23, 2007

.. eu faćo um novo post.

(Detalhe para a cedilha louca do teclado inglês funcionando sob comando do Linux.. ćĆćĆćĆć.. Roubando a cena. Louca!)

Bem, de Leandra Leal, a Pedro Furtado, e outros blogs do mundo:
Meu tempo de vida. Eu tenho 24 anos e nasci em uma Quarta-Feira, um ser de Sagitário. Metade homem, metade cavalo.

São 294 meses, 1284 semanas, 8993 dias, 215827 horas, 12949674 minutos, 776980448 segundos… O que tenho feito do meu tempo? Será que tenho dormido demais? Ontem foi aniversário do meu pai, e me lembro dele dizendo: quem dorme demais perde a vida. Tenho dormido, porque tenho sonhado. E meus sonhos me prendem, me dizem muito. Aliás, sou Daniel, o da cova dos leões. O Daniel dos sonhos.

Aliás… Meu próximo aniversário será em 138 dias 13 horas 3 minutos 9 segundos. Quase exatamente o tempo que falta para eu voltar para o Brasil. (Pretendo chegar a tempo para meu aniversário em família.) Adicione um mês e uns dias, e terei o tempo calculado em que retornarei à Europa.

tempo, tempo..

Plato

julho 23, 2007

«The price of apathy towards public affairs is to be ruled by evil men.»

descobertas

julho 23, 2007

Descobri que não consigo mais dormir antes das 2.30am, que não consigo mais acordar antes de 11am.

Descobri que não sei nada sobre futebol, que não entendo a política brasileira, quicá Italiana. Descobri que sinto saudades de casa, mas que tenho medo de voltar e encontrar tudo diferente, de ficar perdido no ar.

No mais, feliz niver papai. Sinto saudades. Espero que tenha gostado das bugigangas que mandei.

dan.