Archive for setembro \27\UTC 2007

Saúde!

setembro 27, 2007

[3:52 pm] Sabe quando você espirra e ninguém diz “Saúde!” ? Isso é informática!

[5:09 pm] Espirre mais duas vezes. E percaba o sonoro silêncio… 😛

:S

setembro 26, 2007

Ontem, ao subir as escadas do Rainerum, encontro a Alejandra, desesperada. Mal conseguia me contar o que havia acontecido…

Daniel! Ainda bem que te achei, estava te procurando! – Disse tremendo, sacudindo as mãos. – Joguei minhas passagens pra Alemanha no lixo!

lixo1.jpg

Não! – repliquei assustado!

Sim!

Não!

Sim! A Maria (faxineira nas horas vagas) veio coletar os recicláveis hoje… Então já era!

Já era nada! Vamos procurar no lixo! – Idéia de mané do Daniel aqui.. :S

cassonetti.jpg

Já eram umas 20:00 horas… Procuramos no latão de papéis, no pátio interno. Jogamos tudo no chão, e nada das coisas dela. Era um latão como esse cinza aí de cima…

Saímos na rua, abrimos as duas caixas de lixo comum. Lóóógico que não pus a mão ali! Mas pudemos ver que não havia nada de papel. Muito menos a sacola que ela me descreveu…

Saída: o posto de reciclagem da rua. Um potinho amarelo, como esse verde aí acima.

123_pic2.jpg

Aí fui eu, dentro da parada, jogando papel pra todo lado. Do lado de fora, a Alejandra falando com o latão de lixo. E passa polícia, passam moradores. E todos achando que ela era doida, falando sozinha!! hahahah! E eu jogado dentro daquele cubículo procurando os tickets!! hahahhah

Depois de uns 20 minutos, lá estava eu com os bilhetes na mão. E mais uma história maluca pra contar! 😛

News do visto!

setembro 26, 2007

O que aconteceu com a senhorita do Consulado Espanhol em Milano? Finalmente voltei ao consulado para finalizar a papelada do visto: a cabra era só sorrisos, me tratou super bem! Nem parecia a mesma rabugenta e grossa das vezes passadas!!

Enfim, em 5 semanas eu volto pra buscar meu carimbo no passaporte! 😛

Terminando, dia 29 eu parto de Bolzano. Vou ter saudades, lógico. Fico 4 dias em Bergamo, e na próxima terça-feira (02), Madrid!

EuroTrip: Holanda.

setembro 23, 2007

Galera, a Holanda é fantástica. Na verdade me dei conta que Holanda (Holland, in English) é o nome de duas famosas regiões dos Países Baixos (The Netherlands in English, Nederlands von Dutch). Então todo mundo relaciona o nome Holanda com os Países Baixos. Enfim, chega de baboseira.. hehehe.. Você vai entender quando eu disser Holanda ou Países Baixos.

Holandesa básica.

Uma típica anã holandesa com tulipas também holandesas.

Como sabem, só vou contar o que me convém, então não precisam fazer perguntas indiscretas como: você transou no Distrito da Luz Vermelha? Quanto custa? Você fumou maconha? Você tomou chá de cogumelo? Você comprou tulipas? (Aff!) hehehe… Quem me conhece me compra. =]

Primeiro, dicas de como chegar: fui pra Milano de trem, e de Milano pra Amsterdam de avião, com a Easyjet. O preço do trem e do vôo foram praticamente os mesmos! Comprando com antecedência, acha-se vôos por €25, €20 e até €10 (também na Ryanair). Por exemplo, vou me mudar pra Madrid em alguns dias. Achei um vôo incrivelmente mais barato que qualquer trem ou carona!

Sobre a Holanda, muito do que vi antes, na TV ou em fotos, se resume à Holanda de 400 anos atrás. Sapatinhos de madeira, moinhos, produção artesanal de queijo, casinhas de madeira, moças com roupinhas típicas, hehehhe….

Por isso fomos num stop pra japonês (e realmente havia muuuitos por lá). É uma vila típica holandesa, preservada e montada para turistas. Lá vê-se como se produz o famoso queijo, os sapatos de madeira, vê-se os moinhos, como funcionam as barragens, vê-se as roupas típicas etc.

Holanda

O básico da Holanda.

Mas o que vi foi um país moderno, organizado, informatizado, cultural. Amsterdam é linda, sim. Mas tem tanto turista que fica-se perdido. Sempre tem um artista de rua, um bote cheio de chineses, japoneses, coreanos. Jovens americanos e europeus lotando Coffee Shops (onde se compra e se fuma sem problemas). Enfim, muitos museus, arte e diversão. E flores, lógico! Incrivelmente lindas!

Nem tão incrivelmente lindas são as prostitutas profissionais do sexo do Red Light District (distrito da luz vermelha). Sim, janelinhas com as mocinhas se exibindo, te convidando pra minutos de sexo livre e indecente por algumas dezenas de euro. Cada moça linda, sim. Algumas lindas e perigosas, pois trazem surpresas! Podem ser estilo brasileira-de-Milano, como dizem aqui. [brasileira-de-Milano, leia-se trans].

Agora imagine uma russa branquela e lisa. Uma brasileira-café, linda. Uma africana enorme. Uma ex-URSS loira, grande, forte. Uma japonesa exótica. Tem de tudo lá. É só escolher. E tem muito fetiche e sex shops indecentes. Tudo é liberal, livre, exposto. A hipocrisia e o falso recato brasileiro ficam longe dali.

Red light district

 

Red Light District.

Saindo de Amsterdam, prefiro Utrecht. Cidade universitária onde Niels mora. É tão antiga como Amsterdam e a quarta maior do país. Os mesmos canais, casas, arquitetura, Red Light District, coffee shops… Mas sem canais de turistas. Assim sente-se melhor como é a vida por lá. Descobre-se que há legalização de drogas todo território holandês, mas que não se fuma em frente a crianças ou em qualquer lugar. Há bom senso, comportamento, respeito.

Mas apesar de tudo, o que fica na memória da Holanda é: Stroopwaffels, a comida e as cervejas. Stroopwaffels são biscoitos quentes, recheados com uma espécie de caramelo, indescritível.

Stroopwaffels

Ufa.. chega! Tenho que preparar a mudança pra Madrid!

Beijo pra minha família que está me assistindo. Pro meu pai, pra minha mãe e pra você.

E pra minha irmã que se casou ontem! Sra. Letícia Guimarães Santos Montibeler Tiussi. Ti amo sorella mia! Parabéns pra você e pro Sr. Cunhado Rick Martin hehheheh.

=]

EuroRoadTrip07

setembro 17, 2007

Eis o roteiro da EuroRoadTrip07. Depois vou escrevendo o que se passou. 😉

Utrecht, Amsterdam, Heerhugowaard, Brussels, Paris, Vallons Pont d’Arc, Frejus, Saint-Tropez, Monaco, Pisa, Florence, Bologna, Venice, Bolzano.

bjo.

de volta ao caos

setembro 14, 2007

Bem, aqui estou eu. A eurotrip durou bem mais do que eu esperava ou imaginava… Países Baixos, Bélgica, França, Monaco e Itália… Pouco a pouco escrevo as histórias, descrevo os lugares…

Mas, de volta à vida normal, más notícias do Consulado Espanhol em Milano. Mais documentos, mais burocracia… Corro o risco de ter que renovar meu visto italiano pra ter poder obter o visto espanhol na Itália. Na pior das hipóteses, teria que voltar ao Brasil pra renovar o visto lá. Mas isso não vai acontecer.

No mais, correria no projeto, nenhuma cueca limpa, nem um grama de comida em casa, e ainda na busca de um quarto em Madrid. Deus dará.